01 out 2015

GED: RESISTIR À TECNOLOGIA É DEIXAR DE VENDER MAIS!

ged-holmes-gestao-eletronica-documentos-concessionarias
Vender (mais) muitas vezes significa realinhar processos internos a fim de garantir respostas rápidas e certeiras! No caso de estabelecimentos como concessionárias de veículos, por exemplo, um dos grandes gargalos consiste nas rotinas de análise de crédito para clientes – já que um processo demorado pode causar estragos e até mesmo custar a própria venda. Felizmente, a tecnologia tem contribuído de maneira decisiva para reduzir o tempo e a burocracia nesses trâmites – e, até mesmo, a encurtar distâncias. É o caso do GED – ou gestão eletrônica de documentos, ferramenta que proporciona grande agilidade em processos de concessão de crédito – além de aumentar a segurança contra fraudes.

A gestão eletrônica de documentos também permite a centralização das operações de aprovação de crédito em um único local. Isso ocorre por conta de possibilidade de enviar os documentos digitalizados ao setor responsável pela análise – o que elimina a necessidade de analistas em pontos de venda (e, ainda, contribui com a sustentabilidade). Em outras palavras, portanto, as rotinas internas são realizadas com maior rapidez por meio de consultas que podem ser feitas diretamente pelo sistema. E é desnecessário dizer que, além da otimização do tempo, há uma grande redução de custos para a concessionária.

Então, já vão longe os tempos em que rotinas burocráticas e morosas eram imprescindíveis a partir da apresentação dos documentos de identificação, comprovantes de endereço e renda, nota fiscal do veículo e da documentação do DETRAN para que fossem devidamente copiados e analisados. Ainda assim, mesmo nos dias de hoje há concessionárias em que a análise de crédito pode durar dias. Softwares de gestão eletrônica de documentos constituem, portanto, uma estratégia inteligente porque revolucionam a maneira como os processos são realizados e, assim, aumentam a competitividade porque refletem positivamente junto aos clientes. Resultado: mais vendas e fidelização!

Por outro lado, resistir aos benefícios e às vantagens proporcionadas por avanços tecnológicos também acelera processos – porém, neste caso, trata-se de sucumbir à concorrência.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *