06 out 2015

Do IPI reduzido ao GED: é hora de agilizar para vender melhor

Vender está desafiador. E a tecnologia vai ajudar. Um GED vai ajudar a melhorar o processo de vendas. Em julho, pelo sexto mês consecutivo, o comércio varejista teve queda nas vendas. Segundo o IBGE, uma queda de 3,5% em relação ao mesmo período de 2014. O dia dos namorados deste ano, por exemplo, registrou a primeira queda de vendas desde 2009. No ano, as vendas acumulam queda de 2,4% – o pior resultado desde março de 2003, quando a baixa foi de 6,1%. Nos últimos 12 meses, o índice acumula queda de de 1%.. Um número não tão desesperador, mas um alerta: é hora de fazer diferente.

O setor automotivo é um bom exemplo da necessidade de se reinventar ou, ao menos de se aperfeiçoar para ser competitivo. O setor registrou altas de vendas entre 2002 e 2012. Uma década de mar de rosas que a partir de 2013 transformou-se em quedas consecutivas nas vendas., coroadas com um 2014 apontado como o pior desempenho do setor em 12 anos.

RESULTADOS NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA

Nesses anos todos, concessionárias e montadoras batalharam e conseguiram atrair o consumidor com taxa 0 (nem sempre zero de verdade), IPI reduzido, Feirão de Fabrica, IPVA quitado, lançamento do próximo modelo antes do ano acabar e até crédito sem consulta a cadastro. A partir de 2015, a criatividade terá de ser redobrada. Somando motos, implementos agrícolas e outros veículos, a Fenabrave espera que o mercado automotivo total deva cair 22,25%. Comparando com os patamares de 2008, anteriores a crise mundial, isso significaria algo acima de 40% de queda.

De qualquer forma, vender mais ou ao menos manter um patamar aceitável, está d